Serviços de Saúde Integrados: do planejamento à ação

barrinha-item.png

O cuidado integrado é a maneira mais justa, eficaz e econômica para melhorar a saúde da população. Ele traz uma visão abrangente para maximizar o nível e a distribuição da saúde e bem-estar, com ações simultâneas sobre três componentes principais:

 

  1. atenção primária e funções essenciais de saúde pública como o núcleo dos serviços integrados de saúde;

  2. políticas e ações multissetoriais;

  3. empoderamento de pessoas e comunidades.

 

A implantação com eficácia desse primeiro componente, compreender a maneira como efetivamente integrar os serviços de saúde e como estes respondem às necessidades dos indivíduos e populações, de modo a fornecer serviços abrangentes e de boa qualidade ao longo do curso de vida, por meio do trabalho conjunto das equipes multidisciplinares em vários ambientes e pelo uso de evidências para melhorar continuamente o desempenho.

 

A integração dos serviços de saúde, quando baseados na atenção primária e nas funções essenciais de saúde pública, fortalecem não só o cuidado centrado na pessoa como contribuem para uma melhor utilização dos recursos. Esses serviços melhoram a equidade, encorajam a seleção de serviços baseados nas necessidades holísticas de uma determinada população e oferecem inúmeros tipos de cuidados ao longo da vida, que vão desde a promoção da saúde e prevenção de doenças, ao diagnóstico, tratamento, gestão dessas doenças e cuidados de longo prazo, reabilitação e cuidados paliativos.

 

A continuidade dos cuidados deve ser coordenada em todos os diferentes níveis e locais de atenção dentro e fora do setor de saúde.

Uma abordagem integrada para a prestação de serviços é crucial para a busca da cobertura universal para saúde.

Dr. Bruno Cavalcanti Farras
Mara Machado